/ Xamanismo

Animais no Xamanismo

No Xamanismo, passamos pela descoberta do animal guardião que está presente em cada um de nós. O animal é mítico, onírico. Quando compartilhamos de sua consciência animal, podemos transcender o tempo e o espaço e as leis de causa e efeito. A natureza da relação entre o homem e o animal é de origem espiritual. É o nosso instinto animal, nosso lado mais forte e menos racional. 

Os animais de poder são manifestações dos poderes arquetípicos ocultos, que estão por trás das transformações humanas. Torna as pessoas com um corpo vigoroso, aumenta a resistência a doenças, a acuidade mental, e a autoconfiança. Eles auxiliam no diagnóstico de doenças, na realização de objetivos desafiadores, para aumentar a disposição, auxiliam no autoconhecimento. Enfim, um aliado. 

O antropólogo Michael Harner, em seu livro "The Way of The Shaman" descreve que quando uma pessoa está doente, ela está desanimada, ou seja ela perdeu sua força animal, está deprimida, fraca e predisposta a adoecer. 

No Xamanismo, realizamos um ritual, com tambor, para que os praticantes se conectem com seu animal e também deixamos nosso animal aflorar através da "Dança do Animal", uma outra forma de evocação. Os praticantes xamânicos costumam, também ter as suas canções, para evocar o poder dos animais. Cada animal traz seus talentos, ou uma essência espiritual, e através disso, cada um com sua própria medicina, transmitem-nos a sua sabedoria. Vamos conhecer alguns deles: 

Águia: Iluminação, a visão interior, invocada para poderes xamânicos, coragem, elevação do espírito a grandes alturas. 

Abelha: Comunicação, trabalho árduo com harmonia, néctar da vida, organização. 

Alce: Resistência, autoconfiança, competição, abundância, responsabilidade. 

Antílope: Cautela, silêncio, consciência mística através da meditação, calma, ação. 

Aranha: Criatividade, a teia da vida, manifestação da magia de tecer nossos sonhos.

Baleia: Registros da Mãe Terra, sons que equilibram o corpo emocional, origens. 

Beija flor: Mensageiro da cura, amor romântico, claridade, graça, sorte, suavidade. 

Borboleta: Autotransformação, clareza mental, novas etapas, liberdade. 

Búfalo: Sabedoria ancestral, esperança, espiritualidade, preces, paz, tolerância. 

Cabra e Cabrito: Determinação para ir ao topo, nutrição, brincadeiras. 

Camelo: Conservação, resistência, tolerância. 

Cavalo: Poder interior, liberdade de espírito, viagem xamânica, força, clarividência. 

Cachorro: Lealdade, habilidade para amar incondicionalmente, estar a serviço. 

Canguru: Proteção maternal, coragem para seguir em frente nas fraquezas. 

Castor: Novos canais de pensamentos, construção, segurança, conforto, paciência. 

Cisne: Graça, fidelidade, ritmo do Universo, ver o futuro, poderes intuitivos, fé. 

Coelho: Fertilidade, medo, abundância, crescimento, agilidade, prosperidade. 

Condor: Idem à águia, é um dos filhos do Sol no Peru, representa o Mundo Superior. 

Cobra: Transmutação, cura, regeneração, sabedoria, psiquismo, sensualidade. 

Coiote: Malícia, artifício, criança interior, adaptabilidade, confiança, humor. 

Coruja: Habilidades ocultas, ver na escuridão, a vigília, a sombra, sabedoria antiga. 

Doninha: Poderes ocultos, vivencia, poder de esconder, observações, segredos. 

Elefante: Longevidade, inteligência, memória ancestral, ancestrais enterrados. 

Esquilo: Divertimento, planos futuros, reunião, observar o óbvio. 

Esturjão: Determinação, sexualidade, consistência, profundidade, ensinamento. 

Falcão: Precisão, preces ao Universo, mensageiro, olhar em volta, observar a distância. 

Formiga: Comunidade perfeita, paciência, trabalho duro, força, resistência, agressividade. 

Gaivota: Voar através da vida com calma e esforço para alcançar objetivos. 

Gambá: Campo de proteção, reputação, repelir quem não o respeita, respeito. 

Gato: Mistérios, poderes mágicos, sensualidade, independência, visões místicas, limpeza. 

Galo: Sexualidade, fertilidade, oferendas, cerimônias, altivez. 

Girafa: Calma, inspiração para se atingir grandes alturas, suavidade, doçura. 

Golfinho: Pureza, iluminação do ser, sabedoria, paz, amor, harmonia, comunicação. 

Gorila: Sabedoria, inteligência, adaptabilidade, guardião da terra, habilidade. 

Guaxinim: Bom humor, limpeza, sobrevivência, tenacidade, inteligência, folia 

Hipopótamo: Desenvolvimento psíquico, intuição, ligação água-terra, aterramento. 

Jacaré: Instinto de sobrevivência, o inconsciente profundo, o caos que precede a criação. 

Jaguar: A busca em águas da consciência, mensageiro, interação mente e alma. 

Javali: Comunicação entre pares, expressividade, inteligência. 

Lagarto: Otimismo, adaptabilidade, regeneração, sonhos, renovação, transformação.

Leão: Poder, força, majestade, prosperidade, nobreza, liderança, coragem, segurança. 

Leopardo: Conhecimento do subconsciente, compreender aspectos sombrios, rapidez. 

Lince: Segredos, conhecimento oculto, tradição, ouvir para o crescimento. 

Libélula: Ilusão, ventos da mudança, comunicação com o mundo elemental. 

Lobo: Amor, relacionamentos saudáveis, fidelidade, generosidade, ensinamento. 

Macaco: Inteligência, bom humor, alegria, agilidade, perícia, irreverência, amizade. 

Minhoca: Regeneração, resistência, auto-cura, transformação. 

Morcego: renascimento, iniciação, reencarnação, habilidades mágicas. 

Onça: Espreita, proteção do espaço, silêncio, observação, precisão. 

Pantera: mistério, sensualidade, sexualidade, beleza, sedução, força, flexibilidade. 

Pato: Desenvolvimento de energia maternal, fidelidade, nutrição energética. 

Peru: Dar e receber, transcendência, dádivas, celebração. 

Porco-Espinho: Fé, confiança, inocência, inspiração para realizações, dentro da essência. 

Puma: Força, mistério, silêncio, sobrevivência, velocidade, graça, liderança, coragem. 

Pica-Pau: Regeneração, limpeza, comunicação, proteção, unido aos Espíritos do trovão. 

Pingüim: Viver em comunidade, fidelidade, lealdade nos romances. 

Pombo: No cristianismo simboliza o Espírito Santo, paz, comunicação, mensagem. 

Raposa: Habilidade, esperteza, camuflagem, observação, integração, astúcia. 

Rato: versatilidade, alerta, introspecção, percepção, satisfação, aceitação. 

Salmão: Força, perseverança, nadar contra a maré, determinação, coragem. 

Sapo: Evolução, limpeza, transformação, mistério, humor, emoções. 

Tartaruga: estabilidade, organização, longevidade, honra, paciência, sabedoria . 

Tatu: Limites, doar, dá a armadura, limites emocionais, protege a saúde. 

Texugo: Agressividade, coragem, formar, alianças, persistência, agir em crise. 

Tigre: Aproximação lenta, preparação cuidadosa, aproveitar oportunidades. 

Touro: fertilidade, sexualidade, poder, liderança, proteção, potencia. 

Urso: Introspecção, intuição, cura, consciência, ensinamentos, curiosidade. 

Vaga-Lume: Iluminação, entendimento, força de vida, luz e escuridão, maravilhas. 

Veado: Delicadeza, sensitividade, graça, alerta, adaptabilidade, coração/espírito, gentileza. 

 

Texto revisado por: Cris