/ Psicologia

A Liderança Através do Poder do Coração

 As imagens que o Inconsciente Coletivo da maioria das pessoas tem da liderança é naturalmente associada ao poder agressivo. Elas foram motivadas pelo desenvolvimento da história da humanidade, onde em certas etapas evolutivas se estabelecera determinados padrões que foram apresentados como modelos de liderança, nos quais se associavam à força física, ou poder material e religioso a liderança de um indivíduo, uma comunidade ou uma casta. 


Nos últimos 80 anos, por ter os Estados Unidos da América exportado o seu modelo econômico e seu “modo de vida” aos quatro cantos do planeta, a liderança passou a ser, principalmente, sinônimo de uma determinada competência em se impor pela força, ou por gerar negócios e ganhar dinheiro. E em alguns casos de pessoas que tinham certo poder ou carisma espiritual, estas passaram a liderar pessoas ou ideais com um fim determinado. 

Mas o que é a liderança?
Você ouve falar dos líderes do campeonato, da Fórmula Um, do partido político, do governo, religioso, de um povo; do líder comunitário, do líder de fábrica, do líder de mercado, do líder de audiência, etc. E aí dentro de você, como fica isso? 

O que é liderança para você?
Destes líderes apontados acima, que certamente você identificou alguns deles, você crê que de alguma maneira eles tornam sua vida melhor? São exemplos de bem viver? Trazem-lhe respostas sobre sua vida, seu momento, seus sonhos, seus objetivos mais profundos ou lhe ajudam a estar mais e melhor em você? 

O que você espera de um líder?
Informações como no Livro de Urantia apontam que a raça humana tem quase um milhão de anos de vida neste planeta e, durante este período, centenas de milhares de guerras, cataclismos e outros eventos, marcaram a história pessoal de cada um de nós que aqui estamos a milhares de anos tentando lembrar o caminho de volta à Grande Consciência Universal. 

Quantas vidas foram perdidas em guerras sem finalidade, apenas porque o líder da comunidade assim escolhera? Quantos desencarnes motivados por migrações comunitárias, em busca de clima melhor ou local onde houvesse mais paz e pudéssemos criar nossas famílias em mais segurança? 

A Síndrome do Pânico o que você acha o que é? 
Ela é uma doença emocional que surgiu cerca de 30/35 anos atrás do nada e começou a atacar muitas pessoas em idade adulta, trazendo um medo enorme de continuar a viver, como se viver fosse perigoso, tirando seu portador de sua produtividade, do seu centramento emocional e da sua paz espiritual. 

Creio que esta Síndrome nada mais é que o arquivo emocional de algumas pessoas, que se abre devido ao acúmulo de medos em outras vidas. E vêm à tona para serem curadas estas lembranças que ficaram grudadas como uma espessa camada psíquica que impedem a livre manifestação de nossa alma através do Corpo Crístico. Este, para ajudar em nossa cura, permite que estas lembranças de alguma maneira sejam afloradas, para serem agora enfrentadas e libertadas. 

Qual a liderança que você exerce sobre sua própria vida quando os meios televisivos e a própria mídia impõem um determinado produto ou uma moda; tendo por trás uma enorme estrutura mercadológica, para criar em você uma nova necessidade de consumo de adquirir aquele novo produto ou novo hábito e você acaba comprando aquela “idéia”, sem nenhum critério de análise e compreensão. Apenas para tentar não se sentir “menos” do que a outra pessoa que irá se utilizar daquela oferta ou não ficar com a sensação de que está ultrapassada e fora de moda? 

Quem é o seu líder ou você é seu próprio líder?
Você toma conta de sua vida ou permite que outras pessoas continuem comandando seu destino e suas escolhas?
Qual o seu objetivo para sua vida neste momento?
Está satisfeito como se tem conduzido? Tem estado feliz com suas escolhas e ideais?
A nossa história como raça foi permeada pela manipulação e implantação de um modelo que nos tirou de nossa verdadeira identidade espiritual (e falo espiritual, pois nós somos seres espirituais, vivendo uma experiência humana). Ao abandonarmos nossa essência, ficamos perdidos diante de um modelo que tinha um fim definido, que era tirar de cada um nosso poder pessoal, pois sem ele “éramos/fomos/somos” presas fáceis dos detentores do poder.

Uma maneira muito fácil de nos tirar o poder pessoal foi nos afastando do contato necessário com a própria Mãe Natureza, onde nos foi imposto que o culto à harmonia que este fato representa, tornou-se um ato pecaminoso e “contrário à vontade de deus”, não de DEUS e aí nossa liderança foi por água abaixo. Sem as forças elementais nos acompanhando e apoiando, perdemos a ligação com a Mãe Terra e nos enfraquecemos espiritualmente, não tendo mais poder de reação. Estamos numa dimensão humana e com um corpo material.

Em nosso último artigo ‘O RESGATE DO GRANDE SILÊNCIO DE UM POVO”, falamos que o amoroso povo vermelho, quebrou seu milenar silêncio e passou a bradar o direito inalienável da vida, que se manifesta através da preservação da natureza e do amor à Patcha Mama e está de volta para ajudar a lembrar a todos os humanos que nossa vida só terá significado se honrarmos o solo que pisamos e devolvermos à Grande Mãe, todo o respeito, cuidado e atenção que ele merece ter. 

Creio que seja o momento de assumirmos de volta nossa liderança. Creio que seja o momento de fazermos uma grande aliança com a vida e com a natureza, através da Grande Mãe, mas creio, antes de tudo, que precisamos refazer a eterna aliança com nosso coração. 

A melhor liderança que cada um pode ter é a do próprio coração. Aí onde mora nosso Cristo Pessoal, onde o Deus Primordial se comunica com cada um de nós. É o lugar que precisamos reaprender a ficarmos e deixar que se estabeleça novamente esta liderança pois somente nosso coração poderá interpretar a Vontade do Divino para cada um de nossas Consciências aqui encarnada. 

Agora é o momento de nossa liderança pessoal, é o momento da liderança através de Coração! Você já é seu líder ou espera um outro líder para lhe conduzir a si mesmo? 
 

Texto revisado por: Cris